Idinando Borges
julho 18, 2018

3ª EDIÇÃO DO LOUCOMOTIVA BLUES & JAZZ FESTIVAL com Ed Motta, Sideral Tropical Blues, Rodrigo Nézio , Refinaria, Blues Etílicos e LIL’ e Jimmy Reed.

27073349_1842470309099212_3499803038947732429_n

Dias 02, 03 e 04 de Agosto, o Blues e o Jazz estão de volta a Barbacena e prometem aquecer as três noites no  Campo do Grêmio na Colônia Rodrigo Silva.

 Barbacena se prepara para mais uma vez ser palco do melhor do Blues e do Jazz com a realização do 3º LOUCOMOTIVA BLUES & JAZZ FESTIVAL, um evento de grande qualidade e diversidade que tem como objetivo estimular e valorizar a música e principalmente os gêneros ‘Blues & Jazz’ por meio de artistas de renome dentro do cenário musical além de promover mais uma opção de lazer para as famílias de Barbacena, uma cidade de grande destaque na cultura musical.

Com nome criado a partir da junção da conhecida expressão “Barbacena cidade dos loucos” e da cultura ferroviária muito presente na cidade, o LOUCOMOTIVA BLUES & JAZZ FESTIVAL para essa edição traz em sua programação nomes como Ed Motta, Blues Etílicos, Rodrigo Nézio, Refinaria e Wilson Sideral, além da atração internacional Lil’ Jimmy Reed, que prometem juntos embalar e aquecer as noites da cidade entre os dias 2, 3 e 4 de agosto numa área toda preparada para o evento, localizada na Colônia Rodrigo Silva.

Dando continuidade ao sucesso das suas duas primeiras edições o LOUCOMOTIVA traz também muito sabor com a participação de Food trucks responsáveis por deliciosos quitutes.

A terceira edição do LOUCOMOTIVA BLUES & JAZZ FESTIVAL começa na quinta-feira 02 de agosto e segue a sexta dia 03/08 com abertura dos portões as 20h e o início dos shows previsto para as 22h, já no sábado 04/08 a abertura dos portões acontece as 21h e início dos shows passa a ser a partir das 23h.

Fabíola Salim - Clebinho 019

Cleb Braz Andrade, o promoter

O evento é uma realização de Cleb Braz em parceria com a UN Music e conta com patrocínio da Claro por meio da Lei Estadual de Incentivo a Cultura. Fique ligado na nossa programação e venha aquecer suas noites com muito sabor, ritmo, e boa música.

CLASSIFICAÇÃO: 18 anos

ATRAÇÕES

Lil’ Jimmy Reed

Na sexta-feira (2/8), às 22h, o 3º Loucomotiva Blues & Jazz Festival dá início a sua programação musical com uma atração internacional, Leon Atkins, mais conhecido como Lil’ Jimmy Reed, que aos 77 anos, é considerado o último dos bluesmen originais da Louisiana. Ainda tocando e excursionando pelo mundo, Lil’ Jimmy Reed, uma figura carismática, nasceu nas profundezas do Sul Norte-Americano no final dos anos 1930 e se destaca nos dias de hoje por ser um homem, cuja carreira remonta ao tempo em que o rhythm & blues explodiu na cena musical, e sintetizar a clássica tradição doméstica do blues tocando melhor do que nunca.

Blues Etilicos

A programação de sexta conta ainda com Blues Etílicos, uma das marcas mais forte do blues nacional, que desde meados dos anos 80, vem produzindo uma extensa obra autoral, além de gravar homenagens às suas principais influências, tendo como o maior diferencial a busca de uma ponte entre a música brasileira e o blues ao longo de todos esses anos. Pode-se dizer, que com tudo isso, a música do Blues Etílicos não se limita a nenhum rótulo específico. A densidade do blues, a energia do rock e o balanço da música brasileira são os três elementos básicos que regem seu som. Com a guitarra slide de Otávio Rocha e a gaita de Flávio Guimarães remetem diretamente ao blues, seja pontuando ou através de solos eletrizantes. O baixo de Cláudio Bedran e a bateria de Beto Werther garantem o groove sólido e swingado. O vocalista e guitarrista Greg Wilson comanda com segurança e estilo próprio o Blues Etílicos, que tem lançados dez CDs e um DVD, promete trazer música para ouvir, dançar e festejar.

Refinaria

Na noite de sexta O 3º Loucomotiva Blues & Jazz Festival traz aos palcos o grupo Refinaria; que nasceu em 2003 da definição da própria palavra que lhe intitula: lugar no qual se refina. Refinação. Desde então o grupo vem fazendo releituras para grandes clássicos da música brasileira e internacional, sempre com arranjos refinados e surpreendentes. Em 2014 o grupo gravou o seu primeiro CD com roupagens novas para clássicos como Samba da benção, Killing me softly, Cold, cold heart e muitos outros. Já em 2006 gravou o segundo CD fazendo versões para canções do Grunge, estilo musical nascido no Estado de Washington, principalmente na cidade de Seatlle, nos Estados Unidos, no final da década de 1990. Sempre buscando novos desafios e inspirações, o Refinaria agora lança um novo projeto, interpretando grandes clássicos da Black Music americana e também brasileira da década de 1960 e 70, trazendo no seu repertório grandes compositores como Rick James, Ohio Players, The O’Jays, Stevie Wonder, The Bar-Keys, Robson Jorge etc. O grupo é formado por Barral Lima no Baixo, Pedro Crivellari na Bateria, Egler Bruno na Guitarra, Marcus Nogueira nos Teclados, e nos metais Danilo Mendonça Trombone, Marcos Lima no Trumpete e Breno Mendonça no Sax e promete agitar a noite com muito swing e música de altíssima qualidade.

Ed Motta

O segundo dia do Loucomotiva encerra com o show solo de Ed Motta, cantor, compositor, multi-instrumentista, arranjador e produtor de trânsito internacional que traz em seu estilo, sem abrir mão da veia funk-soul, influências que vão do jazz à canção brasileira, das trilhas sonoras de Hollywood ao rock, da música clássica aos Standards americanos, da bossa nova ao reggae. O resultado desse amálgama de referências já é reconhecido no mundo todo e confirmado nas turnês que nos últimos anos rodaram a Europa, o Japão, os Estados Unidos e a América do Sul. Ed Motta é um artista que representa o talento brasileiro para o mundo e se destaca pelo, que podemos dizer, “desenvolvimento de um estilo próprio”, combinando uma variedade de sons vocais, Ed Motta se atreve a dizer não ao que ele considera “a ditadura das palavras” em canções. O “Edmottês” é uma maneira brincalhona de denominar uma música cantada que não tem letra. No 3º Loucomotiva Blues & Jazz Festival, o artista promete se alternar entre piano e guitarra e sua coleção de pedais dos anos 70, além de trazer no repertório novos temas de fora do show de estrada como Do You Have Other Love?, Parada De Lucas, Leve-me Ao Sonho, Ikarus On The Stars, e é claro, os sucessos Colombina, Manoel, Fora Da Lei, Baixo Rio, Vendaval em seus versões acústicas. Ed inclui também temas como Caso Sério de Rita Lee e Roberto De Carvalho num show que promete fechar a noite com chave de ouro.

Rodrigo Nézio

No sábado chega a vez de Rodrigo Nézio subir aos palcos do Loucomotiva. Natural de Barbacena, destaca-se por uma trajetória musical que começa aos seus 8 anos de idade. Nome que passou por bandas como “Fator RH”, “Metrópole Parabólica”, e “Medida Provisória” com a qual gravou seu primeiro CD em estúdio, e “Ranier” com a qual gravou teve a oportunidade de gravar outros dois álbuns, além de registrar sua primeira canção autoral, “Only to see you smile”, um Blues romântico. É nessa época que o artista começa a destacar suas influências com o Blues. Paralelo a banda Ranier, Rodrigo Nézio e amigos de seu trabalho montam a banda “Fênix Blues Band” que veio a rechaçar o Blues em sua vida. Daí veio a “Men in Blues” e toda uma paixão pelo Blues e a vontade de viver da música que hoje passou a ser uma realidade. Em 2004 formou a “Rodrigo Nézio & Duocondé Blues” e de lá para cá é só sucesso. Tem como destaques de sua carreira o 1º lugar no Festival de Bandas do Inverno Cultural da Universidade Federal de São João del-Rei, e o Prêmio Banca do Blues de MELHOR CD DE 2008 , o que trouxe muitos bons resultados a banda. Com tudo isso Rodrigo Nézio é hoje participação memorável em grandes shows e festivais de Blues importantes em todo o Brasil.

Sideral Tropical Blues

Para encerrar em grande estilo, o 3º Loucomotiva Blues & Jazz Festival traz Sideral Tropical Blues, um show idealizado pelo cantor, compositor e guitarrista, Wilson Sideral, repleto de reverências e inspiração no blues, essa língua universal, música-mãe do jazz, do soul, rock’n’roll, entre outras maravilhas modernas, para cantar o Brasil. Sim!, o Brasil… De Luiz Gonzaga a Mutantes e Jorge Ben Jor; dos “blues do Djavan” ao caipira de Tonico & Tinoco; passando pela Bahia de Gil e Caetano, e de Raul! De Barão a Lamartine Babo; do Sul de Gessinger ao Agreste Pernambucano de Dominguinhos; sem perder esse trem que sai de Minas numa “Travessia” até o Rio de Tim Maia, Marisa e outros montes… Com sua banda composta pelos brilhantes, Marcus Abjaud (Piano e outras teclas), Felipe Continentino (Bateria) e Bruno Vellozo (Baixo Acústico), deita-se em cama confortável de Jaiminho Silva e Nequinho (Vocais), e veste a roupa que lhe convém a um perfeito baile blues onde vale o terno e gravata, como nas big bands do jazz, ou um velho jeans surrado por horas de work songs mas, certamente, botas limpas para os dias spirituals. MPB de sotaque blues e acento jazz. Poesia de lamento ou a energia para dançar o rock around the clock. E toda a Alma do povo do interior dessa vasta área Tropical ao redor do planeta. Curioso? Sim, a música é mesmo um espaço sideral.

SERVIÇOS

3º LOUCOMOTIVA BLUES & JAZZ FESTIVAL

02, 03 e 04 de agosto de 2018

Local: Campo do Grêmio – Colônia Rodrigo Silva

02/08 (Quinta-feira)

Shows: Lil’ Jimmy Reed e Blues Etílicos

Abertura dos portões: 20h

Início dos shows: 22h

03/08 (Sexta-feira)

Shows: Refinaria e Ed Motta

Abertura dos portões: 20h

Início dos shows: 22h

04/08 (Sábado)

Shows: Rodrigo Nézio e Sideral Tropical Blues

Abertura dos portões: 21h

Início dos shows: 23h

CENSURA 18 ANOS

 

INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA

 

unio Leite – 31 3223-2916 

Juliana Loschi – 32 98846-9799