Idinando Borges
abril 3, 2018

Vivat Regina! Vivat Regina Elizabetha!” Por Leandro Chaves

29683134_10204517818702244_6126242251273474805_n

“A senhora da foto teve a oportunidade de conversar em particular com pessoas tão distantes na história como Winston Churchill, John Kennedy, Margaret Thatcher e Barack Obama. Viu ruas cheias de modestos Ford T e também de Land Rovers envenenados. Viajou numa carruagem do século XVIII e também num avião de passageiros supersônico. Se sentou no chão para trabalhar como mecânica e também no trono de Santo Eduardo para “trabalhar” como rainha. Viu repúblicas se transformando em monarquias e monarquias se transformarem em repúblicas. Viu a Europa guerrear entre si, depois se unir como nunca antes e depois começar a se separar de novo. Perdeu as contas de quantas pessoas passaram pela chefia de Estado dos países enquanto ela estava lá, perdurando. Dirigiu caminhões pesados em estradas lamacentas com a mesma aptidão com que cruzou a nave da Abadia de Westminster com quase dois quilos de pedras preciosas na cabeça. Enfrentou racionamento de comida em crises sem precedentes e tempos de fartura. Sentiu na pele a guerra e desfrutou a paz. Como todos nós, amou, sorriu, chorou, se desiludiu, se frustrou, perdoou, seguiu, reconstruiu, reinventou, deixou para trás, olhou para a frente, se adaptou, mas nunca deixou de ser quem é e o que nasceu para ser. Esse mês ela completa 92 anos de idade, algo que, como tudo o mais que fez na maior parte de sua vida, poucos conseguem fazer. E está lá, a rocha britânica, o símbolo, a alma de uma ilha e de uma nação, de um passado que ainda é atual e próximo demais para não ser admirado e honrado demais para ser esquecido. Vivat Regina! Vivat Regina Elizabetha!”

Texto de: Leandro Chaves