Marcio Cleber
março 13, 2018

Arquidiocese lança livro sobre a vida de Dom Luciano

O livro “Dom Luciano, servo de Deus, irmão dos pobres” foi lançado na quarta-feira (7) no Encontro dos Presbíteros e Diáconos da arquidiocese, no Retiro das Rosas, em Cachoeira do Campo. A obra foi confeccionada e será vendida pela Editora Dom Viçoso.

Escrito pelo padre Francesco Sorrentino, o livro tem como objetivo proporcionar uma síntese das etapas significativas do percusso histórico da vida de Dom Luciano. “No livro é apresentado, primeiramente, o convívio familiar. Sucessivamente passamos a relatar a entrada na Companhia de Jesus, que Dom Luciano considerava uma segunda família. Abordamos também a etapa presbiteral e encerramos falando de Mariana”, conta.

Padre Francesco começou a estudar a vida e os escritos de Dom Luciano em 2011 e dedicou sua pesquisa de mestrado na Faculdade Jesuíta de Teologia e Filosofia (Faje), em Belo Horizonte, a vida do Servo de Deus. Segundo ele, o interesse por Dom Luciano nasceu de um desafio que ele criou. “Como missionário que saiu da sua terra para anunciar o evangelho além fronteiras, eu devia descobrir os sinais do Espírito Santo já presentes nesta terra, onde a providência divina me enviou. Eu encontrei esses sinais do Espírito em Dom Luciano Mendes de Almeida, cuja a forma de santidade conheci desde os primeiros dias que pisei em solo brasileiro. Logo que cheguei, no primeiro dia, eu ouvi falar de Dom Luciano”, ressalta o presbítero.

Para o arcebispo de Mariana, Dom Geraldo Lyrio Rocha, este livro é uma das formas de preservar a memória de Dom Luciano. “Temos uma grande responsabilidade, que é preservar e transmitir aos outros a herança espiritual deixada por Dom Luciano. As marcas que ele deixa na Igreja particular de Mariana não podem se apagar pelo esquecimento que o tempo se encarrega de fazer. É preciso preservar a memória”, destaca o arcebispo.

O livro será vendido pela Editora Dom Viçoso. Cada exemplar terá o preço de R$10,00 e todo o valor arrecado será destinado para o processo de beatificação de Dom Luciano. “A Editora entrou como uma parceira no processo de confecção e também da venda dos livros. Não teremos lucro com os livros, pois a Editora entende o importante papel desta obra no processo de beatificação de Dom Luciano”, afirma o diretor da Editora, padre Darci Leão.