Idinando Borges
Fevereiro 19, 2015

Tons de cinza

Dizem que o grande estadista francês, Charles de Gaulle disse: “o Brasil não é um país sério”! Folclórico ou não, se todo indivíduo com um mínimo de discernimento analisar a situação do país, com certeza, não é um país sério. Vejamos: grande maioria das cidades vivem em estado de penúria, sem recursos para investir, 18 estados com déficit e Levy já avisou: quer aperto nos cintos! A falta de água no maior Estado ( Rico) da federação é uma catástrofe ( Relatórios e estudos mostram que era preciso prevenção, ignorada pelos sucessivos governos. Um escândalo sem precedentes na Petrobrás, assunto cansativo da mídia corporativa, que joga com interesses escusos ( como sempre) em favor das empresas estrangeiras, contrariadas com o modelo que aí está. Os hospitais em estado de abandono, enquanto o sambódromo teve sua capacidade aumentada em 12 mil assentos! E para completar, o dragão da inflação está com a boca bem aberta. O Governo para tentar afugentar o “dragão”, nos coloca no tronco, elevando impostos, corte nos benefícios, mantendo o massacre aos aposentados que estão há 16 anos sem aumento real, apenas a correção…….E o capataz Levy – ( o PT deve ficar roxo de vergonha) quer mais dos pobres!