Idinando Borges
julho 20, 2018

ORDEM DO DIA Aniversário de Alberto Santos-Dumont

Leia a Ordem do Dia alusiva ao Aniversário de Alberto Santos-Dumont – Em Barbacena na Epcar, a Ordem do Dia foi lida pelo Comandante da Unidade, Cel. Av. Mauro Bellintani 

37571968_2155181071219484_8493474166312271872_n

“Tudo o que um homem pode imaginar, outros homens poderão fazer”.

Santos-Dumont foi um desses homens que transformou a imaginação do seu escritor favorito, Júlio Verne, em realidade. Há exatos 145 anos, nasceu na Fazenda Cabangu, em Minas Gerais, Alberto Santos-Dumont, brasileiro que dedicou a vida à conquista do ar.

Dos dirigíveis ao voo do mais pesado que o ar, Santos-Dumont nos deixou inúmeras contribuições tecnológicas que serviram de inspiração para outros brasileiros. Homens e mulheres que deram prosseguimento ao seu legado, transformando o país em referência mundial na tecnologia aeronáutica.

Exemplo de dedicação, perseverança, desprendimento, generosidade e idealismo. Santos-Dumont foi acima de tudo um sonhador e com persistência e entusiasmo transformou a história da aviação e da humanidade.

As virtudes desse gênio motivaram e se tornaram presentes nos integrantes da Força Aérea Brasileira desde a sua criação. Estrategistas brasileiros, influenciados por artífices do poder aéreo, consolidaram a nova linha teórica que ratificava a necessidade de criação de uma Força independente, que fosse responsável pela aeronáutica. Concebida pela unificação das aviações da Marinha e do Exército, a FAB herdou a responsabilidade de tratar de todos os assuntos relativos à atividade da aviação nacional, dirigindo-a técnica e administrativamente.

Desde as nossas origens, a FAB é reconhecida pela adequabilidade e agilidade frente às mudanças conjunturais, tanto no planejamento quanto na execução de suas atividades.

Assim como a Marinha e o Exército Brasileiros, a Força Aérea, mesmo em tempos de instabilidade, permanece focada na sua missão constitucional de Controlar, Defender e Integrar o espaço aéreo brasileiro com vistas à defesa da pátria.

Faz-se necessário, hoje, que a sociedade brasileira esteja consciente da imprescindibilidade de um poder aéreo com capacidade dissuasória em um país de dimensões continentais, grande quantidade de riquezas inexploradas, baixa densidade populacional e escassos meios de comunicações. Não há país forte sem forças armadas fortes.

Consciente das restrições econômicas e das dificuldades políticas na qual passa o país, a FAB, como pilar sólido da democracia e da soberania, tem feito o seu trabalho, navega na rota desejada com planejamento e focada no futuro da nação.

Pensando no presente, vem se profissionalizando e racionalizando as suas atividades, reduzindo gastos e simplificando processos na busca da eficácia e da eficiência.

Com a visão de futuro, mantém ativo seus Programas Estratégicos, o Gripen NG e o KC-390, projetos que desenvolvem a indústria aeronáutica e contribuem para o desenvolvimento do país. Destaco, ainda, o Programa Estratégico de Sistemas Espaciais (PESE), que colocará o Brasil em uma condição competitiva na área espacial e no cenário prospectivo da guerra aérea do futuro, gerando empregos e agregando conhecimento tecnológico para o país.

Muitos foram os ícones de bons exemplos e inspiração para as nossas instituições. Cabe a nós brasileiros, a obrigação de darmos prosseguimento a esse legado que nos foi deixado.

Os desafios do Brasil são tão grandes quanto as suas dimensões. Perseverantes e determinados, como Alberto Santos-Dumont, seguimos fortes no nosso papel de manter sólido o arcabouço moral construído por nossos antecessores, contribuindo com a edificação de um Brasil melhor.
Brasília, 20 de julho de 2018.

Tenente-Brigadeiro-do-Ar Nivaldo Luiz Rossato
Comandante da Aeronáutica

Idinando Borges
julho 20, 2018

Ines Piacesi – uma intrépida jornalista por Ângela Laguardia – do Folha de Barbacena

a

O cronista não vê o que os outros não veem, mas o que os outros, mesmo vendo, desprezam. José Castello

Na continuidade e compromisso com as mulheres de MULHERES DE PALAVRA de nossa cidade, fazemos uma breve apresentação, em nosso quarto artigo, sobre a cronista Ines Piacesi, biografada por Everton Fernando Pimenta, em significativo resgate de sua memória.

Ines Piergentile (foto)  (1895-1981) nasceu em Fabro, uma pequena cidade da região da Umbria, na Itália, e sua história em Barbacena começa a partir da chegada de seus pais Orlando Piergentile e Maria Zucchetti Piergentile, à cidade, em fins do século XIX, onde já existia uma colônia de imigrantes italianos.

Orlando Piergentile não foi um homem comum, era um notável empreendedor, dono de uma genialidade e uma personalidade marcante. Foram muitas as inovações que eletrouxe para Barbacena, merecedoras de um artigo à parte.

Segundo Nestor Massena, deve-se a ele “…com o seu dinamismo entranhado e entranhante, a sua febril e sublime operosidade…”, a existência doprimeiro cinema de Barbacena, “Cinema Moderno, de que era o empresário, o gerente, o diretor, o propagandista, o caixa, o vendedor de entradas, o animador,de modo a assegurar-lhe a vida, êxito, prosperidade”.Com seu espírito progressista,“deu a conhecer a Barbacena o primeiro automóvel, que aí trafegou, quando só existiam aí os carros de tração animal, puxados por magros pangarés”.Além de introduzir os primeiros aparelhos mecânicos de fabricação do pão na cidade, até então, um “rotineiro processo de manipulação da massa, primitivo e anti-higiênico”.

Mas não foram só estes feitos… É dele a iniciativa da construção de um sistema de abastecimento de água e de canalização fluvial, de um chafariz público e doaplainamento do morro de Santa Tereza, para a construção da primeira praça de esportes da cidade. O nome do local homenageia sua segunda esposa, a barbacenense Tereza Araújo, com quem se casa e constitui família, após o falecimento de Maria Zucchetti Piergentile.

Orlando Piergentile viveu em Barbacena até 1920, ano que marca sua volta à Itália, levando consigo sua família, e nunca mais retornou ao Brasil, vindo a falecer em 1941.

Aqui ficaram sua primeira filha, Ines Piergentile e o primo Aroldo Piacesi, que o acompanhou desde o início de sua jornada no Brasil.

Antes de se casar aos 17 anos, e após ficar órfã de mãe, Ines Piergentile passou sua infância e adolescência no internato do Colégio Imaculada Conceição, sob os cuidados de Irmã Paula Bouisseau, que exerce papel preponderante em sua formação e no seu papel defutura educadora. Em 1912, sob a pressão das circunstâncias, Ines se casa com Aroldo Piacesi (1881) e viajam em lua de mel para a Europa. Em Roma, por recomendação de Irmã Paula Bouisseau, eles recebem a bênção matrimonial do Papa Pio X.O casal teve treze filhos, no período entre 1913 a 1935, porém, o desvelo com educação da família não impediu que Ines Piacesi se dedicasse à escrita. E, por volta de 1920, aparecem suas primeiras contribuições no jornal O Sericicultor.

Em 1923, ela se torna a jornalista do Apollo Jornal, a partir da inauguração do Cine Teatro Apollo, de propriedade de seu marido. Além da programação do cinema, as quinze edições publicadas traziam artigos, anúncios e crônicas que davam notícias sobre a sociedade da época.

Após este período, ela colabora no jornal Cidade de Barbacena e em 1927, mantém uma coluna no Jornal de Barbacena, dedicada à pedagogia, intitulada “Em torno da criança”, sob o pseudônimo de Dona Paula. Após 1930, continua escrever para jornais locais eem diversos jornais do estado, entre eles, o Jornal do Comércio e A Tribuna, de São João Del Rei; Diário Mercantil e o Lince, de Juiz de Fora; Correio Carmelitano, de Monte Carmelo); O Triângulo, de Araguari e Correio de Minas, Diário da Tarde e Estado de Minas, de Belo Horizonte. Além de enviar artigos para os jornais O Povo e Jornal do Brasil, do Rio de Janeiro.

Ines Piacesi foi, sem dúvida, uma grande mulher, educadora e jornalista inigualável. Vale lembrar o contexto em que se inseria – a primeira metade do século XX, quando as mulheres começavam a lutar pela sua emancipação e pela conquista de direitos civis. De seu percurso jornalístico, destacamos o jornal Rubicon, de que foi proprietária e circulou de 1935 até 1950. Mesclando contos, crônicas, poesias, notícias da cidade e outros gêneros textuais, o Rubicon era sempre acompanhado de um subtítulo explicativo, que variou no decorrer de suas publicações, como: “NÃO É JORNAL POLÍTICO, NEM TEM PARTIDO, MAS GAROTO IRREQUIETO SEMPRE INTROMETIDO E… IMPERTINENTE, DIZ O QUE SENTE.RECREATIVO, LITERÁRIO – NOTICIOSO – IDEALISTA E TEIMOSO”.

O título, Rubicon, foi tema de um de seus artigos, que assim o define: um pequeno rio ao norte do território latino, que servia de divisa e foi atravessado pelo imperador romano Júlio César, ao vir das Gálias, em ato de coragem e ousadia para entrar em Roma e combater os inimigos.

Rubicon atravessou o tempo… E ainda temos muito para contar sobre ele e sobre sua autora, mas vamos deixar para um próximo artigo.

Idinando Borges
julho 18, 2018

3ª EDIÇÃO DO LOUCOMOTIVA BLUES & JAZZ FESTIVAL com Ed Motta, Sideral Tropical Blues, Rodrigo Nézio , Refinaria, Blues Etílicos e LIL’ e Jimmy Reed.

27073349_1842470309099212_3499803038947732429_n

Dias 02, 03 e 04 de Agosto, o Blues e o Jazz estão de volta a Barbacena e prometem aquecer as três noites no  Campo do Grêmio na Colônia Rodrigo Silva.

 Barbacena se prepara para mais uma vez ser palco do melhor do Blues e do Jazz com a realização do 3º LOUCOMOTIVA BLUES & JAZZ FESTIVAL, um evento de grande qualidade e diversidade que tem como objetivo estimular e valorizar a música e principalmente os gêneros ‘Blues & Jazz’ por meio de artistas de renome dentro do cenário musical além de promover mais uma opção de lazer para as famílias de Barbacena, uma cidade de grande destaque na cultura musical.

Com nome criado a partir da junção da conhecida expressão “Barbacena cidade dos loucos” e da cultura ferroviária muito presente na cidade, o LOUCOMOTIVA BLUES & JAZZ FESTIVAL para essa edição traz em sua programação nomes como Ed Motta, Blues Etílicos, Rodrigo Nézio, Refinaria e Wilson Sideral, além da atração internacional Lil’ Jimmy Reed, que prometem juntos embalar e aquecer as noites da cidade entre os dias 2, 3 e 4 de agosto numa área toda preparada para o evento, localizada na Colônia Rodrigo Silva.

Dando continuidade ao sucesso das suas duas primeiras edições o LOUCOMOTIVA traz também muito sabor com a participação de Food trucks responsáveis por deliciosos quitutes.

A terceira edição do LOUCOMOTIVA BLUES & JAZZ FESTIVAL começa na quinta-feira 02 de agosto e segue a sexta dia 03/08 com abertura dos portões as 20h e o início dos shows previsto para as 22h, já no sábado 04/08 a abertura dos portões acontece as 21h e início dos shows passa a ser a partir das 23h.

Fabíola Salim - Clebinho 019

Cleb Braz Andrade, o promoter

O evento é uma realização de Cleb Braz em parceria com a UN Music e conta com patrocínio da Claro por meio da Lei Estadual de Incentivo a Cultura. Fique ligado na nossa programação e venha aquecer suas noites com muito sabor, ritmo, e boa música.

CLASSIFICAÇÃO: 18 anos

ATRAÇÕES

Lil’ Jimmy Reed

Na sexta-feira (2/8), às 22h, o 3º Loucomotiva Blues & Jazz Festival dá início a sua programação musical com uma atração internacional, Leon Atkins, mais conhecido como Lil’ Jimmy Reed, que aos 77 anos, é considerado o último dos bluesmen originais da Louisiana. Ainda tocando e excursionando pelo mundo, Lil’ Jimmy Reed, uma figura carismática, nasceu nas profundezas do Sul Norte-Americano no final dos anos 1930 e se destaca nos dias de hoje por ser um homem, cuja carreira remonta ao tempo em que o rhythm & blues explodiu na cena musical, e sintetizar a clássica tradição doméstica do blues tocando melhor do que nunca.

Blues Etilicos

A programação de sexta conta ainda com Blues Etílicos, uma das marcas mais forte do blues nacional, que desde meados dos anos 80, vem produzindo uma extensa obra autoral, além de gravar homenagens às suas principais influências, tendo como o maior diferencial a busca de uma ponte entre a música brasileira e o blues ao longo de todos esses anos. Pode-se dizer, que com tudo isso, a música do Blues Etílicos não se limita a nenhum rótulo específico. A densidade do blues, a energia do rock e o balanço da música brasileira são os três elementos básicos que regem seu som. Com a guitarra slide de Otávio Rocha e a gaita de Flávio Guimarães remetem diretamente ao blues, seja pontuando ou através de solos eletrizantes. O baixo de Cláudio Bedran e a bateria de Beto Werther garantem o groove sólido e swingado. O vocalista e guitarrista Greg Wilson comanda com segurança e estilo próprio o Blues Etílicos, que tem lançados dez CDs e um DVD, promete trazer música para ouvir, dançar e festejar.

Refinaria

Na noite de sexta O 3º Loucomotiva Blues & Jazz Festival traz aos palcos o grupo Refinaria; que nasceu em 2003 da definição da própria palavra que lhe intitula: lugar no qual se refina. Refinação. Desde então o grupo vem fazendo releituras para grandes clássicos da música brasileira e internacional, sempre com arranjos refinados e surpreendentes. Em 2014 o grupo gravou o seu primeiro CD com roupagens novas para clássicos como Samba da benção, Killing me softly, Cold, cold heart e muitos outros. Já em 2006 gravou o segundo CD fazendo versões para canções do Grunge, estilo musical nascido no Estado de Washington, principalmente na cidade de Seatlle, nos Estados Unidos, no final da década de 1990. Sempre buscando novos desafios e inspirações, o Refinaria agora lança um novo projeto, interpretando grandes clássicos da Black Music americana e também brasileira da década de 1960 e 70, trazendo no seu repertório grandes compositores como Rick James, Ohio Players, The O’Jays, Stevie Wonder, The Bar-Keys, Robson Jorge etc. O grupo é formado por Barral Lima no Baixo, Pedro Crivellari na Bateria, Egler Bruno na Guitarra, Marcus Nogueira nos Teclados, e nos metais Danilo Mendonça Trombone, Marcos Lima no Trumpete e Breno Mendonça no Sax e promete agitar a noite com muito swing e música de altíssima qualidade.

Ed Motta

O segundo dia do Loucomotiva encerra com o show solo de Ed Motta, cantor, compositor, multi-instrumentista, arranjador e produtor de trânsito internacional que traz em seu estilo, sem abrir mão da veia funk-soul, influências que vão do jazz à canção brasileira, das trilhas sonoras de Hollywood ao rock, da música clássica aos Standards americanos, da bossa nova ao reggae. O resultado desse amálgama de referências já é reconhecido no mundo todo e confirmado nas turnês que nos últimos anos rodaram a Europa, o Japão, os Estados Unidos e a América do Sul. Ed Motta é um artista que representa o talento brasileiro para o mundo e se destaca pelo, que podemos dizer, “desenvolvimento de um estilo próprio”, combinando uma variedade de sons vocais, Ed Motta se atreve a dizer não ao que ele considera “a ditadura das palavras” em canções. O “Edmottês” é uma maneira brincalhona de denominar uma música cantada que não tem letra. No 3º Loucomotiva Blues & Jazz Festival, o artista promete se alternar entre piano e guitarra e sua coleção de pedais dos anos 70, além de trazer no repertório novos temas de fora do show de estrada como Do You Have Other Love?, Parada De Lucas, Leve-me Ao Sonho, Ikarus On The Stars, e é claro, os sucessos Colombina, Manoel, Fora Da Lei, Baixo Rio, Vendaval em seus versões acústicas. Ed inclui também temas como Caso Sério de Rita Lee e Roberto De Carvalho num show que promete fechar a noite com chave de ouro.

Rodrigo Nézio

No sábado chega a vez de Rodrigo Nézio subir aos palcos do Loucomotiva. Natural de Barbacena, destaca-se por uma trajetória musical que começa aos seus 8 anos de idade. Nome que passou por bandas como “Fator RH”, “Metrópole Parabólica”, e “Medida Provisória” com a qual gravou seu primeiro CD em estúdio, e “Ranier” com a qual gravou teve a oportunidade de gravar outros dois álbuns, além de registrar sua primeira canção autoral, “Only to see you smile”, um Blues romântico. É nessa época que o artista começa a destacar suas influências com o Blues. Paralelo a banda Ranier, Rodrigo Nézio e amigos de seu trabalho montam a banda “Fênix Blues Band” que veio a rechaçar o Blues em sua vida. Daí veio a “Men in Blues” e toda uma paixão pelo Blues e a vontade de viver da música que hoje passou a ser uma realidade. Em 2004 formou a “Rodrigo Nézio & Duocondé Blues” e de lá para cá é só sucesso. Tem como destaques de sua carreira o 1º lugar no Festival de Bandas do Inverno Cultural da Universidade Federal de São João del-Rei, e o Prêmio Banca do Blues de MELHOR CD DE 2008 , o que trouxe muitos bons resultados a banda. Com tudo isso Rodrigo Nézio é hoje participação memorável em grandes shows e festivais de Blues importantes em todo o Brasil.

Sideral Tropical Blues

Para encerrar em grande estilo, o 3º Loucomotiva Blues & Jazz Festival traz Sideral Tropical Blues, um show idealizado pelo cantor, compositor e guitarrista, Wilson Sideral, repleto de reverências e inspiração no blues, essa língua universal, música-mãe do jazz, do soul, rock’n’roll, entre outras maravilhas modernas, para cantar o Brasil. Sim!, o Brasil… De Luiz Gonzaga a Mutantes e Jorge Ben Jor; dos “blues do Djavan” ao caipira de Tonico & Tinoco; passando pela Bahia de Gil e Caetano, e de Raul! De Barão a Lamartine Babo; do Sul de Gessinger ao Agreste Pernambucano de Dominguinhos; sem perder esse trem que sai de Minas numa “Travessia” até o Rio de Tim Maia, Marisa e outros montes… Com sua banda composta pelos brilhantes, Marcus Abjaud (Piano e outras teclas), Felipe Continentino (Bateria) e Bruno Vellozo (Baixo Acústico), deita-se em cama confortável de Jaiminho Silva e Nequinho (Vocais), e veste a roupa que lhe convém a um perfeito baile blues onde vale o terno e gravata, como nas big bands do jazz, ou um velho jeans surrado por horas de work songs mas, certamente, botas limpas para os dias spirituals. MPB de sotaque blues e acento jazz. Poesia de lamento ou a energia para dançar o rock around the clock. E toda a Alma do povo do interior dessa vasta área Tropical ao redor do planeta. Curioso? Sim, a música é mesmo um espaço sideral.

SERVIÇOS

3º LOUCOMOTIVA BLUES & JAZZ FESTIVAL

02, 03 e 04 de agosto de 2018

Local: Campo do Grêmio – Colônia Rodrigo Silva

02/08 (Quinta-feira)

Shows: Lil’ Jimmy Reed e Blues Etílicos

Abertura dos portões: 20h

Início dos shows: 22h

03/08 (Sexta-feira)

Shows: Refinaria e Ed Motta

Abertura dos portões: 20h

Início dos shows: 22h

04/08 (Sábado)

Shows: Rodrigo Nézio e Sideral Tropical Blues

Abertura dos portões: 21h

Início dos shows: 23h

CENSURA 18 ANOS

 

INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA

 

unio Leite – 31 3223-2916 

Juliana Loschi – 32 98846-9799

 

 

Idinando Borges
julho 17, 2018

Inauguração da Clínica Lure em Barbacena

LOGO_FINAL_LURE

Uma noite muito especial, a inauguração da Clínica Lure. Lure pode ser também “seduzir” conceitualmente falando. Os amplos espaços ficaram sedutores, coloridos e alegres. A responsável pelo projeto foi a arquiteta Gisela Abreu do Studio Tippo.  Em dois pavimentos com 320 m2, de conformidade com  os padrões exigidos para área de saúde, o projeto ganhou visibilidade também com o mobiliário da  Móveis Star. A iluminação, o uso das cores e de elementos modernos em contraste com os clássicos, retratam a personalidade dos profissionais e o desejo de proporcionar aos pacientes um atendimento diferenciado e confortável.

 

Márcio Lacerda e Clinica dentária 011

Consultório Moderno

Para marcar a abertura da clínica, um delicioso coquetel foi oferecido aos convidados, recepcionados pela proprietária da clínica, Pollyanna Viana M. Moreira e seu sócio Gabriel Mendes Moreira e Camila Mendes Moreira, com desenvoltura e muita simpatia.

A clínica Lure oferece tratamento em todas as áreas da odontologia numa estrutura com salas dotadas de equipamentos de primeira geração, climatizadas e com som ambiente desde a recepção até aos ambientes distintos. A diretora da Lure, Pollyanna Viana M. Moreira, com muita vivacidade, argumenta que o endereço proporcionará aos pacientes:  tecnologia, inovação e comodidade, tendo em vista as especializações dos profissionais, em áreas distintas e também a boa localização com comodidade para estacionamento.

Os profissionais

Márcio Lacerda e Clinica dentária 008

Pollyanna Viana M. Moreira, sócia e diretora do Instituto Lure, dentista, especialista em ortodontia, endodontia e administração de empresas pela FGV, pós graduanda em harmonização orofacial.

 Gabriel Mendes Moreira: sócio e diretor clínico do Instituto Lure, dentista, especialista em implantodontia e ortodontia, aperfeiçoamentos nas áreas de laminados cerâmicos (lentes de contato dental) e DSD (planejamento digital do sorriso)

 Camila Mendes Moreira: dentista, especialista em ortodontia, credenciada pela Smart Aligner  (alinhadores invisíveis), aperfeiçoamentos na área de restaurações estéticas e facetas.

Instituto Lure, Rua Barão do Rio Branco, 5. São Sebastião. Tel. 3333-4959  e Tel. whatsapp 998370606. 

Idinando Borges
julho 16, 2018

E A BOLA NÃO  ROLOU…. DO Jornal Folha de Barbacena, por Áurea Vasconcelos Grossi

teste-padrão-sem-emenda-do-fundo-do-futebol-da-bola-de-futebol-vetor-82519259

Como  qualquer  moeda,  tudo na vida,  tem dois lados. A copa também! Os que ganham… os que perdem… Os que torcem… os que não torcem.. Desta vez,  a bola que rola, não rolou para os brasileiros…

Mas lágrimas rolaram… escancaradamente… ou discretamente…. ou quase que imperceptivelmente nascidas em muitos  corações… lágrimas daqueles que lutaram, com a alma, com o corpo,  com uma inimaginável velocidade….mas também, com excessiva valorização, muita vaidade e  pouca maturidade de alguns… lágrimas daqueles que, de perto, assistiam e tentavam reportar a plenos pulmões cada lance, para os que ficaram às mais variadas distâncias… lágrimas  de ingênua  incredulidade nas arquibancadas… ou em salas de projeção… ou em grupos sociais domésticos…

Triste? Sim!… Afinal, era fim de  sonho… fim de  muitos propósitos alentadores… A redondinha, sem vergonha, foi traidora… E muitos ainda pensavam estar com a bola toda…  ou  ser melhor de bola…  Enquanto isto ela irrequieta, arteira, gozadora, batia na trave… fugia da rede… ia célere  rumo ao fundo… de vez em quando, fingindo  consolo, provocava um escanteio…mas ainda assim, se mandava,  toda prosa, para outros ares auxiliada por Hasard,  ou pela muralha com nome de Lukaku,  ou pelos enormes braços espichados de um vigilante Courtois,  ou mesmo por habilidosas cabeçadas  que pareciam  levá – la aos céus…

Não se pode ignorar que  o diabo fica sempre atento às fraquezas alheias e aproveita muito bem as oportunidades…Não seria diferente com os demônios vermelhos!!!!

Mas,  com certeza,  isto não é o fim do mundo…

Todos têm o direito de vibrar… de se emocionar… mas não se pode colocar esperanças de sobrevivência num pequeno objeto… redondo… rolante… escorregadio… nem sempre obediente à desejadas regras direcionais… e, nem tão pouco, em onze pares de pés capazes de correr atrás da bola…

Deixando as paixões de lado, é hora  de cair na real. Aliás, isto já devia ter acontecido!!! Estamos em tempo de prorrogação para salvar a pátria amada! Temos pressa! Vamos nos posicionar para alcançar o melhor resultado!… Aquele que nos fará realmente felizes! E não será preciso guardar as camisas e demais apetrechos que colorem a vida de torcedores. Vamos direcionar  todo este arsenal verde – amarelo, colocando – o em prol de uma causa justa e necessária! Vamos inundar o país com suas cores ! Isto sim, é muito, mas muito mais importante! É preciso vestir a camisa de brasileiro e, com o mais autêntico patriotismo,  lutar em defesa do Brasil!  Lutar pelo que é verdadeiramente nosso!

Vamos nos livrar da inércia, do conformismo, da aceitação pacífica, da passividade, dos grilhões deste temor servil e soltar nosso brado retumbante para ver brilhar em raios fúlgidos, o sol da liberdade…  Apoiados neste cenário de cores, amores e muita garra  torna – se imperativo ir  em busca de todos os recursos capazes de nos livrar da podridão que anda nos envolvendo, da corrupção depravada e endêmica, da inversão de valores,  das personalidades doentias que não medem consequências de seus atos mais devastadores, dos desrespeitos constitucionais capazes de mutações voltadas para interesses próprios…dos riscos advindos da fragilidade de nossas até então, garantias fundamentais do judiciário… Tudo isto, sim, justifica muitas lágrimas! Um manancial de lágrimas!…

Brasil, gigante pela própria natureza que nos dá incontáveis riquezas, impávido colosso pelas suas dimensões,  pela sua original grandeza… Brasil! Seus lindos campos tem mais flores, seus bosques mais vida, é hora de lutar para salvaguardá – lo. É hora de deixar a pátria livre! É hora do basta! Nada de permanecer deitado em berço esplêndido! Afinal um filho teu, pátria querida, não foge a luta, nem teme  a clava forte…

Juntos, conscientes, somos  força! Vamos à luta! Ergamos nossa bandeira! Façamos uma barreira vigorosa contra todo e qualquer gesto inimigo! Só  assim poderemos continuar cantando, com a  mão no peito estufado de orgulho,

“Terra adorada, entre outras mil,

És tu BRASIL, Ó Pátria  amada

Dos filhos deste solo és mãe gentil,

Pátria amada, BRASIL!”

Idinando Borges
julho 13, 2018

O discurso do Major médico da Epcar, André Luiz Villalba Codorniz – Rotary Monte Mário

??????????

 

SAUDAÇÃO: BOA NOITE A TODOS!! PREZADO GOVERNADOR DO DISTRITO 4580 PARA O ANO ROTÁREO 2018/2019 COMPANHEIRO DUARTE CESAR SILVEIRA FERNANDES, EM NOME DO QUAL EU CUMPRIMENTO TODAS AS AUTORIDADES QUE COMPÕEM A MESA DA PRESIDÊNCIA E TODAS AS DEMAIS AUTORIDADES JÁ NOMINADAS ANTERIORMENTE PELO PROTOCOLO. QUERIDOS PRESENTES NESTA MARAVILHOSA NOITE!!

 

 

FOI PUBLICADO NA PRIMEIRA PÁGINA DO JORNAL DE LAVRAS, CIDADE VIZINHA À NOSSA REGIÃO, EM OUTUBRO DE 2017, A SEGUINTE MATÉRIA: “ PROGRAMA POLIO-PLUS: ROTARY QUER ERRADICAR A POLIO NO MUNDO”. E CONTINUA: “ O ROTARY INTERNACIONAL É A INSTITUIÇÃO PIONEIRA A ADOTAR A ELIMINAÇÃO DA POLIOMIELITE COMO PRIORIDADE INSTITUCIONAL, ATRAVÉS DO PROGRAMA POLIO PLUS”. SENHORAS E SENHORES, EM ALGUM MOMENTO VOCÊ JÁ SE IMAGINOU ACOMETIDO POR ESTA TERRÍVEL MOLÉSTIA ? OU ALGUÉM QUE VOCÊ MUITO AMA ?

ASSIM COMO A ERRADICAÇÃO DA POLIO, O ROTARY POSSUI DIVERSAS ÁREAS DE ATUAÇÃO, QUE TÊM COMO ÊNFASE CAUSAR IMPACTO POSITIVO NA VIDA DAS PESSOAS, FAZENDO A DIFERENÇA INCLUSIVE NA VIDA DE CADA UM DE NÓS PRESENTES AQUI NESTA NOITE. AS CHAMADAS ÁREAS DE ENFOQUE DO ROTARY SÃO: 1) PAZ, PREVENÇÃO E RESOLUÇÃO DE CONFLITOS; 2) PREVENÇÃO E TRATAMENTO DE DOENÇAS; 3) RECURSOS HÍDRICOS E SANEAMENTO; 4) SAÚDE MATERNO-INFANTIL; 5) EDUCAÇÃO BÁSICA E ALFABETIZAÇÃO; 6) DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL.

OS ASSOCIADOS DO ROTARY, TAMBÉM CHAMADOS DE ROTARIANOS, SE DEDICAM A AJUDAR A HUMANIDADE HÁ MAIS DE 113 ANOS.

ESSA CENTENÁRIA E MARAVILHOSA ORGANIZAÇÃO, COMPOSTA POR MAIS DE 1 MILHÃO E DUZENTOS MIL ASSOCIADOS, DISTRIBUÍDOS EM MAIS DE 35 MIL ROTARY CLUBS, ESPALHADOS POR CERCA DE 200 PAÍSES, EM TODOS OS CONTINENTES DA TERRA, COMEÇOU COM O SONHO, DISPOSIÇÃO INTERIOR  E  ATITUDE DE 1 HOMEM: PAUL PERCY HARRIS. ELE E MAIS 3 AMIGOS FUNDARAM O ROTARY CLUB DE CHIGAGO, NOS ESTADOS UNIDOS, EM 23 DE FEVEREIRO DE 1905, INICIANDO ENTÃO UMA LINDA HISTÓRIA QUE CHEGA ATÉ AOS DIAS ATUAIS. A FINALIDADE ERA PARA QUE PROFISSIONAIS DE DIFERENTES SETORES PUDESSEM INTERAGIR, FORTALECER SEUS VÍNCULOS DE AMIZADE E AJUDAR DIFERENTES COMUNIDADES. ESTE PRINCÍPIO FUNDAMENTAL SE MANTÉM VIVO E FORTE ATÉ HOJE.

O NOME “ ROTARY “ SURGIU DA PRÁTICA INICIAL DE FAZER O RODÍZIO DAS REUNIÕES ENTRE OS ESCRITÓRIOS DE CADA ASSOCIADO. DE ESPÍRITO ALTRUISTA E PERCEPÇÃO MUITO ALÉM DE SEU TEMPO, PAUL HARRIS  DISSE O SEGUINTE: “ SEJA QUAL FOR O SIGNIFICADO DO ROTARY PARA NÓS, PARA O MUNDO ELE SERÁ CONHECIDO PELOS RESULTADOS QUE ALCANÇAR “.

E ASSIM JÁ SE PASSARAM MAIS DE 113 ANOS ! A INSTITUIÇÃO É FORMADA POR INDIVÍDUOS COMPROMETIDOS COM O TRABALHO VOLUNTÁRIO E QUE NÃO TÊM MEDO DE SONHAR ALTO E DEFINIR METAS AMBICIOSAS.

O ROTARY TEM COMO LEMA FUNDAMENTAL  “ DAR DE SI ANTES DE PENSAR EM SI “ . ESTE IDEAL ESTÁ EM PLENA SINTONIA COM A MÁXIMA DO CRISTIANISMO: “FAÇA AOS OUTROS AQUILO QUE GOSTARIA QUE OS OUTROS FIZESSEM POR VOCÊ “.

“ DAR DE SI ANTES DE PENSAR EM SI“:TAL EXPRESSÃO NOS TRAZ O ETENDIMENTO DE QUE PESSOAS PRECISAM DE PESSOAS. SIGNIFICA OLHAR PARA O OUTRO, E ENXERGAR NO OUTRO AS SUAS DORES, AS SUAS AGRURAS, MAZELAS E NECESSIDADES; E , A PARTIR DE ENTÃO, OFERECER-LHE NÃO APENAS UM POUCO, MAS O MÁXIMO E O MELHOR DE CADA UM.

E ASSIM PAUL HARRIS E TANTOS OUTROS BENFEITORES DA HUMANIDADE NOS DEIXARAM INSPIRAÇÃO, SEU LEGADO , SUA ESSÊNCIA.

MAS NÃO FAÇAMOS AS COISAS APENAS POR OBRIGAÇÃO OU COMPROMISSO, E SIM FAÇAMOS APENAS POR AMOR. “AMARÁS AO PRÓXIMO COMO A TI MESMO “, JÁ NOS DISSE O GRANDE MESTRE JESUS.

PARAFRASEANDO SILVIO MATOS: “NOSSA PASSAGEM PELA TERRA É TÃO CURTA, NÃO VAMOS PERDER TEMPO ! NÃO FIQUE DESOCUPADO ! AJUDA AS CRIANÇAS QUE PRECISAM DE TI, OS VELHOS E JOVENS! O SERVIÇO PRESTADO É UMA FORMA SEGURA DE SER FELIZ ! E ENTÃO, CONVERTA-TE NO PRÓPRIO AMOR ! “

E PODEM TER A CERTEZA MEUS CAROS AMIGOS QUE  NÓS POSSUÍMOS A MATÉRIA PRIMA NECESSÁRIA PARA FAZERMOS DO BEM UMA REALIDADE À NOSSA VOLTA  E EM NOSSO MUNDO: MÃOS QUE NOS PERMITEM CUIDAR DE FERIDAS E ACALMAR AS DORES, PERNAS QUE NOS PERMITEM SAIR DO LUGAR E IR DE ENCONTRO ÀQUELES QUE PRECISAM DE AJUDA, CÉREBRO QUE NOS PERMITE RACIOCINAR E ELABORAR PENSAMENTOS VOLTADOS PARA O BEM COMUM, E UM PULSANTE E CALOROSO CORAÇÃO QUE NOS DÁ  A INFINITA CAPACIDADE  DE AMAR. SÓ DEPENDE DE NÓS MESMOS! ASSIM COMO DISSE O CANTOR E COMPOSITOR IVAN LINS: “DEPENDE DE NÓS, QUEM JÁ FOI OU AINDA É CRIANÇA, QUE ACREDITA OU TEM ESPERANÇA, QUEM FAZ TUDO PRA UM MUNDO MELHOR…

POR ESTAR AQUI HOJE, GOSTARIA, NESSE MOMENTO, DE AGRADECER PRIMEIRO , AO NOSSO CRIADOR, DEUS, POR TER ME DADO O DOM DA VIDA E A CHANCE DE MINHA MELHORA ESPIRITUAL.

AGRADECER A TODAS AS AUTORIDADES CIVIS, MILITARES E RELIGIOSAS AQUI PRESENTES, AOS MEUS AMIGOS, ÀS SENHORAS DA CASA DA AMIZADE, COMPANHEIROS ROTARACTIANOS, NOSSOS IRMÃOS DO LIONS CLUB, VISITANTES, CONVIDADOS, À EQUIPE DO HOTEL SENAC GROGOTÓ. AGRADEÇO, DO FUNDO DO MEU CORAÇÃO, O PRIVILÉGIO DE TÊ-LOS AQUI NESTA NOITE.

À MEDICINA, A QUAL,  ATRAVÉS DO JURAMENTO DE HIPÓCRATES ( SÉCULO V AC ), PROMETI EXERCÊ-LA SENDO FIEL AOS PRECEITOS DA HONESTIDADE, DA CARIDADE E DA CIÊNCIA; E AOS MEUS PEQUENOS PACIENTES, COM OS QUAIS EU APRENDO, DIARIAMENTE, A MANEIRA DE COMO ME TRANSFORMAR NUM SER HUMANO MELHOR.

À FORÇA AÉREA BRASILEIRA, POR ME DAR A OPORTUNIDADE DE DESEMPENHAR MEU OFÍCIO NUMA INSTITUIÇÃO ONDE  A DIGNIDADE, O SERVIR, A LEALDADE E O RESPEITO SÃO VALORES INEGOCIÁVEIS.

AO ROTARY CLUB, A TODOS OS COMPANHEIROS ROTARIANOS AQUI PRESENTES, O MEU MUITO OBRIGADO. E EM PARTICULAR AOS MEUS COMPANHEIROS DO ROTARY CLUB DE BARBACENA MONTE MÁRIO, PARCEIROS NESSA JORNADA DE LEVAR ESPERANÇA, CONFORTO E DIGNIDADE AOS QUE MENOS TÊM. FICO MUITO GRATO PELA CONFIANÇA EM MIM DEPOSITADA. TEREMOS UM ANO DE MUITO TRABALHO, E SEI QUE COM A NOSSA UNIÃO, CONSEGUIREMOS ATINGIR AS NOSSAS METAS E CONCRETIZAR NOSSOS PROJETOS!  À COMPANHEIRA PRESIDENTE ANA MARIA PROTÁSIO, QUE HOJE SE DESPEDE DO CARGO, OBRIGADO POR DEMONSTRAR A TODOS QUE TÊM O PRIVILÉGIO DE SEU CONVÍVIO QUE BONDADE E GENEROSIDADE SÃO QUALIDADES QUE FICAM COMO EXEMPLO E INSPIRAÇÃO. E PODEM TER A CERTEZA, COMPANHEIROS, QUE SEGUIREI COM OS OLHOS VOLTADOS PARA O FUTURO, E DE FORMA CONCOMITANTE, COMO UM GUARDIÃO E SENTINELA DO PASSADO HONROSO DE NOSSO CLUBE. APRENDI NO MILITARISMO QUE “ MISSÃO DADA É MISSÃO CUMPRIDA ” ; IREI, ENTÃO,  CUMPRI-LA COM O MÁXIMO DE MEU EMPENHO.

A TODA MINHA FAMÍLIA, CERNE, PRINCÍPIO E FONTE DE MINHA CRIAÇÃO, REPRESENTADA HOJE PELOS MEUS QUERIDOS E AMADOS IRMÃOS AURÉLIO, MARILDA, MARISTELA, ANTÔNIO CARLOS,  E TAMBÉM POR TODOS OS MEUS DEMAIS PRECIOSOS E TÃO CAROS FAMILIARES. COMO ESTOU TRANSBORDANDO DE ALEGRIA COM A PRESENÇA DE VOCÊS AQUI HOJE! AGRADEÇO A DEUS, TODOS OS DIAS, POR ESTARMOS JUNTOS  NESTA NOSSA CAMINHADA TERRENA E UNIDOS POR ESSA FORÇA QUE  QUE VEM DOS CÉUS.

AO MEU AMADO PAI, COMPANHEIRO LEÃO CARLOS CÉSAR MIRANDA CODORNIZ, E À MINHA AMADA MÃE, SUA ESPOSA E DOMADORA MARIA HILDA VILLALBA CODORNIZ, MUITO OBRIGADO PELO EXEMPLO DE VIDA E POR TEREM ME ENSINADO O QUÃO IMPORTANTE E GRATIFICANTE É SEGUIR A VIDA PELO CAMINHO DO BEM.  AGRADEÇO POR ESTAREM AÍ, DO OUTRO LADO DO CAMINHO, TORCENDO PELO MEU SUCESSO E DE MEUS COMPANHEIROS NESTA NOBRE MISSÃO QUE HORA SE INICIA. PEÇO AQUI AS VOSSAS BENÇÃOS E PROTEÇÃO.

E AOS MEUS DOIS GRANDES AMORES, ISAURA E ANDREZINHO, OXIGÊNIO PARA MINHA ALMA E RAZÃO MAIOR DE SER DA MINHA EXISTÊNCIA. OFEREÇO A VOCÊS TODO MEU AMOR, CARINHO, AFETO, DEDICAÇÃO E LEALDADE. OBRIGADO POR EXISTIREM EM MINHA VIDA.

FAÇO ENTÃO AGORA UM CONVITE A TODOS, PARA QUE JUNTOS SIGAMOS POR ESTA LONGA TRILHA DE FRATERNIDADE, TRANSFORMANDO O BEM NUMA REALIDADE ÀQUELES QUE CLAMAM POR NOSSA AJUDA. VAMOS FAZER A DIFERENÇA NA VIDA DESSAS PESSOAL

FINALIZANDO, DEIXO, PARA REFLEXÃO E ESPECIALMENTE  PARA INSPIRACÃO, UM PEQUENO TRECHO DO CÉLEBRE DISCURSO DE UM DOS MAIORES GÊNIOS DO CINEMA, CHARLES CHAPLIN, NO FILME “ O GRANDE DITADOR “ DE 1940:

“ EU GOSTARIA DE AJUDAR A TODOS SEMPRE QUE POSSÍVEL – JUDEUS, NÃO JUDEUS, NEGROS E BRANCOS. TODOS NÓS QUEREMOS AJUDAR UNS AOS OUTROS. O SER HUMANO É ASSIM. NÓS QUEREMOS VIVER DA FELICIDADE DOS OUTROS, NÃO DO SOFRIMENTO. NÃO QUEREMOS ODIAR E DESPREZAR UNS AOS OUTROS. NESTE MUNDO TEM LUGAR PARA TODOS, A TERRA É BOA E RICA E PODE ALIMENTAR A TODOS”…

 

 

??????????

A Família: André Codorniz, Isaura Vargas Oliveira e André Vargas Codorniz.

MUITO OBRIGADO

Idinando Borges
julho 9, 2018

Márcio Lacerda visita o Jornal Folha de Barbacena

36667920_1902194763180307_2438074563947397120_n (1)

Iure Fontora, Márcio Lacerda, Marcelo Miranda, Thiago Faria, Anderson Araújo e Idinando Borges

 

Na tarde da última quarta-feira (04/07), o jornal Folha de Barbacena recebeu a visita do pré-candidato ao Governo de Minas, Márcio Lacerda do Partido Socialista Brasileiro (PSB). Lacerda conheceu a redação do jornal e em entrevista exclusiva ao editor Marcelo Miranda e a Iuri Fontora, o pré-candidato falou sobre as movimentações políticas, propostas e discutiu o cenário político atual de Minas Gerais e sua crise fiscal.
Bem humorado Lacerda respondeu as indagações se será vice-candidato a presidência da república pela chapa do presidenciável Ciro Gomes. O ex-prefeito de Belo Horizonte confirmou que houve uma conversa entre o seu partido (PSB) e o de Ciro (PDT), mas que o seu foco é a disputa pelo Palácio da Alvorada e não pelo Palácio do Jaburu, que é a residência atual de Michel Temer.

Sobre a crise econômica que o estado enfrenta, Lacerda lembrou que o déficit fiscal começou nos governos tucanos e Pimentel não enfrentou a crise, pelo contrário. O pré-candidato também comentou as pesquisas eleitorais e disse não confiar em certos Institutos, como o Paraná Pesquisas e disse que está realizando uma pesquisa independente, registrada no TSE, e enviará ao Jornal Folha de Barbacena para ser publicada.

Os jornalistas também questionaram se os ricos também pagarão a conta do déficit fiscal e não somente os problemas, através da taxação de grandes heranças, que Minas Gerais aplica em 4%, abaixo do teto, que é 8%. Lacerda confirmou que colocar essa taxação no teto, é uma ação de justiça fiscal.

A entrevista poderá ser assistida na íntegra pelo endereço: facebook.com/FolhadeBarbacena

Fonte: Folha de Barbacena

Idinando Borges
julho 9, 2018

O Buffet Parthenon

32147696_1707565929331258_7313374761491365888_n
O PARTHENON
Desde 1994, o Buffet Parthenon agrega experiência e requinte aos mais variados eventos de todos os portes. Com quatro espaços exclusivos e especialistas dedicados estamos prontos para tornar sua formatura, casamento, aniversário e eventos corporativos inesquecíveis e ao mesmo tempo facilitar sua organização.
 
 O Parthenon possui um quadro diário de 69 profissionais fixos, dentre eles: nutricionistas, economistas domésticos e chefs de cozinha, que acompanham todo o processo produtivo: recepção da matéria-prima, produção e armazenamento, garantindo, assim, nosso alto padrão de qualidade. Também temos experientes funcionários preparados para atender de forma especial e individualizado, com capacidade para elaborar um cardápio adaptado às peculiaridades do evento e ao perfil de cada um. Nossos maitres e garçons recebem treinamento especializado para atender ao cliente com a máxima eficiência, presteza e elegância.
 
 Durante nossos 24 anos, prezamos por sempre oferecer produtos de qualidade e atender com muita dedicação cada cliente. São mais de 350 eventos de todos os portes atendidos anualmente, somando mais de 150 mil pessoas usufruindo de nossos serviços. Temos espaços exclusivos nas cidades de Viçosa, Ubá e Juiz de Fora e também atendemos com maestria toda a região sudeste. Em 2018, batemos o nosso recorde de público já atendido no mesmo dia, foram 12 mil convidados, e realizamos a maior formatura da América Latina.
A contratação dos serviços, com a assinatura do Buffet Parthenon, é a certeza de que o que foi proposto para seu evento será executado de forma íntegra e eficiente e, principalmente, trará satisfação e encantamento aos clientes e convidados. Será um evento que terá a sua marca ou da sua empresa. Deixe o bom gosto por nossa conta e prepare-se para receber os elogios.
Fonte: Site da empresa.
Idinando Borges
julho 2, 2018

CLARA CASTRO ESTREIA COM SINGLE E CLIPE DE ‘INVERNO ASTRAL’

 

 

novo

Clara Castro Foto de Joana MendonçaCantora mineira libera primeira faixa de seu disco ‘Caostrofobia’ (Som Livre / NOMAD)

“Que pedra que engoli / Que caco que chutei / Que quarta-feira que me fez sair daqui

Que grito segurei / Que prato que cuspi / Que desacato ou desespero cometi”

Os versos fazem parte de “Inverno Astral” (Nathan Itaorahy / Douglas Poerner), single lançado nas plataformas digitais pela cantora mineira Clara Castro, de 23 anos. Ouça aqui e assista ao clipe aqui. A faixa é a primeira a ser liberada do álbum “Caostrofobia”, produzido por Rodrigo Campello, programado para ser lançado em 20 de julho pela NOMAD em parceria com a Som Livre.

 

“O Nathan Itaborahy fez a música, aqui no Brasil, quando eu estava morando nos Estados Unidos – e lá era verão. Quando nos encontramos em Nova Iorque, já era inverno e vivemos esse recolhimento que a estação propicia. O lugar da canção no disco é muito importante, e começar o trabalho por ela é simbólico: a letra fala do desabrochar, de botar para fora”, explica Clara.

A faixa tem produção, arranjos e mixagem de Rodrigo Campello, que também ficou encarregado de pilotar as guitarras, alfaias e os sintetizadores. Nathan Itaborahy, Alberto Continentino, Everson Moraes, Aquiles Moraes e Edu Neves completam o time que gravou “Inverno Astral” no MiniStereo Studios (RJ). A masterização ficou a cargo de Carlos Freitas, no Classic Master (SP). O clipe foi dirigido por Marco Abreu, com direção de fotografia de Sidney Dore.

Clara Castro, além de cantora formada pela Bituca – Universidade de Música Popular, em Barbacena, onde mora, é compositora e atriz. Em “Caostrofobia”, oito das 11 faixas são de sua autori

INVERNO ASTRAL

(Nathan Itaborahy / Douglas Poerner)

  • O quadro em branco em aberto
  • O teto do quarto dançando sobre mim
  • Vazio inteiro anunciado
  • Na quebra do trato
  • Do papo furado em que caí
  • Pago o preço alto da ideia
  • Pago pelo golpe
  • Pago pela solidão
  • Ninguém vale o preço que se paga
  • Nenhuma droga me afaga o coração
  • O amargo na boca calada
  • Alegria pouca
  • Bobagem nenhuma aqui
  • Que pedra que engoli,
  • Que caco que chutei
  • Que quarta-feira que me fez sair daqui
  • Que grito segurei
  • Que prato que cuspi
  • Que desacato ou desespero cometi

Só vejo na fachada mais um dia

  • Palavra me arrepia o corredor
  • Pensamento trator que me desvia
  • Na cama, argumento e cobertor
  • O inverno me maltrata e acaricia
  • Inverno, poesia e condição
  • O mundo acontecendo à revelia
  • Cabeça remoendo a solidão

 

  • O amargo na boca calada
  • Alegria pouca
  • Bobagem nenhuma aqui
  • Que pedra que engoli,
  • Que caco que chutei
  • Que quarta-feira que me fez sair daqui
  • Que grito segurei
  • Que prato que cuspi
  • Que desacato ou desespero cometi

FICHA TÉCNICA SINGLE

  • Rodrigo Campello: arranjos, guitarras, alfaias e sintetizadores
  • Nathan Itaborahy: bateria, percussão e violões
  • Alberto Continentino: baixo
  • Everson Moraes: trombone
  • Aquiles Moraes: flugel e trompete
  • Edu Neves: sax tenor e flauta
  • Clara Castro: voz
  • FICHA TÉCNICA CLIPE
  • Direção e edição: Marco Abreu
    Direção de fotografia: Sidney Dore
    Direção de arte:  Joana Mendonça e Clarissa Gusmão
    Beleza: Ewerton Pacheco e Marcelo Matos

NAS REDES SOCIAIS

  1. Facebook @oficialclaracastro
  2. Instagram @claracastrooficial

ASSESSORIA DE IMPRENSA CLARA CASTRO

 

Miriam Roia | miriamroia@gmail.com | (21) 99142-0018

Vivi Drumond | vivi.drumond@gmail.com | (21) 98756-7742

Idinando Borges
junho 28, 2018

Sobre a Copa do Mundo e o país Vudu – Por Junia Turra de Zürich

36327614_10156693617909560_5836940166777798656_n
“um país macumbeiro que perde de 7 a 1 nao deixa barato”…. Um país onde enterraram muitas cabecinhas de burro , como dizem os macumbeiros, olha para o outro e nao para si mesmo.

Ver jornalista falando que o 7 a 1 foi comprado vale demissao por justa causa. Ou, pela má fé

Quando eu comecei a trabalhar como repórter de TV fui cobrir os bailes de Carnaval dos grandes clubles paulistanos e os desfiles do Sambódromo. Mas o que faziam repórteres esportivos e atletas “limpando o pó da estrada”? E fica só no Carnaval? …. E falam do Maradona! ….

Que dia vão começar a contar as histórias da Seleção Brasileira na Copa da França , da Alemanha, e na Copa do Brasil? Concentração é pra concentrar ou para fazer BBB? Os profissionais Lucio, Kaká e até o Adriano Imperador, se abrirem a boca…E vale para Taffarel, Edmundo, que ameaçou e logo, encerrou a carreira…. Quando um país tem agente de jogador ali no topo da imprensa esportiva,, a coisa nao pode caminhar bem.
É o mesmo que ter juiz que deveria alegar “suspeição” no STF.
Mas e o futebol? O Brasil nao inventou o futebol. Foram os ingleses. O Brasil conquistou todos os títulos , exceto o último , pós Copa francesa, por mérito e competência.

O Rei do Futebol no planeta não é Cristiano Ronaldo e nem Messi ou qualquer outro. É Pelé !
Reverenciado por chefes de Estado e por torcedores da América Latina, da Europa e da Ásia.
Exceto, pelos brasileiros. Não, não falo do Edson Arantes do Nascimento, a pessoa. Falo do jogador de futebol. O maior de todos os tempos.

E alguém contou que na Copa da Alemanha ele foi comentarista em inglês para os jogos do Brasil para o programa principal dos países de lingua alemã, incluindo aí, a Holanda?
Ah, falou como atelta , sem obrigação de agradar o Galvão ou o patrocinador. Vocês souberam disso,?
O torcedor brasileiro critica o Galvão , mas continua ali, corno manso. Pois é Pelé, Rei morto, rei posto. E viva o miojo cai-cai.

SOBRE BRASIL X SERBIA / ALEMANHA X CORÉIA / SUÍCA X COSTA RICA
Ontem no point máximo de Zürich, vi todas as tribos, de pequisadores a putas e travestis brasileiros ; esbanjando classe, sim!, a filhotes da classe média e alta com megafones passando pelos pubs irlandeses, ingleses ( tradicionais para se ver futebol) berrando em Português ofensas aos alemaes, aos suicos, aos serbios, aos portugueses. Se esquecem que Zürich tem a maior colônia portuguesa do mundo. Sim, a primeira lingua estrangeira no Cantao de Zürich é o português.

E com prazer , vi um empurrao e um tabefe na cabeca de uma dupla um branquelo e um mulato brasileiros.
Aquele tabefe que lava a alma de qualquer brasileiro cansado dessa conversa fiada e desses brasileiros “cagados”, enlameando o nome do país por onde passam. Quem bateu?
O português ! E quem empurrou? O brasileiro que atravessou a rua é mandou ver! Bem feito.

A torcida reunida para o Hexa : nao gritar e pedir a saída de um jogador que nao veste a camisa da selecao, mas o terninho azul cocô Ricardo Almeida, e dos pés à cabeca as nossas custas, representa patrocinadores pessoais é uma goleada , hein? …

O cai-cai Neymar representa o eterno 7 a 1 que vamos continuar tomando. Enquanto isso, o “resto do time” canta o hino, se emociona , mas vc t,orcedor babaca, brasileiro responsável pelo nosso fracasso, berra contra a saída da Alemanha, que enfiou no seu rabicó 7 a 1. E por generosidade, nao enfiou o dobro !

Você, torcedor babaca, nao sabe virar jogo politico, nao sabe golear no quesito cidadania. Sentado na soberba e mergulhado na merda.

E vai garantindo a maconha de cada dia e o branquinho, e depois o Rivotril e uns tantos “pan” . Vai, vivendo do virtual. Ah, e dá-lhe suaves prestacoes , cartao de crédito…

E logo vem o discurso contra a SUÍCA:

“onde o dinheiro roubado dos brasileiros é depositado – nos bancos deles”.
Mais sujos que pau de galinheiro. Esqueceram da dinheirama na America Central? Nas ilhas Caiman, e nas milhares de ONGs e empresas de fachada criadas na Holanda? E nos Bancos de Boston, Nova York, California , por todo os USA? Por lá tem muito mais. Até, porque… vamos lembrar aos coleguinhas da imprensa? O caixa 2 de campanha é pago em dólar , nao? Ainda funciona assim nas campanhas atuais? Ah, parem sde posar de “limpinhos”.
Mais sujo que pau de galinheiro

Vamos ao hexa….