Idinando Borges
outubro 22, 2018

ESPAÇO GOLDEN

 Espaço Golden44370889_2327978500606406_8920392343576641536_nInauguração do Espaço Golden – É um espaço pioneiro em Barbacena, situado na BR 040, Km 698 – Caiçaras com conceito novo para grandes shows e também disponível para locação para festas fechadas, eventos corporativos, aniversários, casamentos e formaturas.  A casa ganhou repaginação inteligente, com menos adereços, o que facilita as decorações. À frente do empreendimento a empresária Liliane Marise Vieira Vasconcelos, tendo como  sócio, o chef Norton Vidal

Golden 042

Na noite do dia 13, Liliane acompanhada do esposo, Wesley Vasconcelos Alves e Norton Vidal receberam convidados e até mesmo autoridades para o mega show da Banda Onze 20.Estiveram presentes: o prefeito Luís Álvaro com a primeira Dama Margarida Campos, a vice-prefeita Ângela Kilson, o articulado jornalista Reynaldo Freitas Oliveira, que assessorou os empresários na lista de convidados. Os empresários Rommel Xavier (Cabana da Mantiqueira), Pedro Henrique Gorini  da Villa Gorini foram presenças distintas. O canal “Estação Minas” esteve presente com a coordenação do colunista Eric Terzi.

A ideia conceitual da casa vai de encontro ao bem estar das pessoas com um amplo estacionamento com segurança, recepção ampla e com espaços distintos para comercialização de ingressos. Nos planos, a abertura aos domingos com cardápio apropriado com a supervisão do Chef Norton Vidal, naturalmente com a bela vista de Barbacena, proporcionada pelos amplos janelões

Serviço

Informações e agendamento pelo telefone: 98883.9666 Norton Vidal

Idinando Borges
outubro 17, 2018

ARTES PLÁSTICAS   Mostra reúne acervo do artista plástico Paulo Matos

Retrospectiva tem curadoria de Édson Brandão e Sérgio Cardoso Ayres e será realizada no Olympic Club

 

079Se durante a sua vida o artista plástico Paulo Matos nunca realizou uma exposição reunindo grande parte de sua obra, por motivos que só ele mesmo poderia explicar, já que a sua arte sempre foi reconhecida na cidade, o público barbacenense vai poder finalmente conhecer os trabalhos de um dos principais nomes do setor cultural da região. Falecido em 2016, a família herdou todo o seu acervo e, num trabalho coletivo do historiador e curador de arte Édson Brandão e o arquiteto e professor Sérgio Cardoso Ayres, curadores da retrospectiva, juntamente com familiares do artista, seu trabalho foi catalogado e muitas de suas telas foram montadas no chassi e algumas emolduradas.

“O trabalho do Paulão, como o artista era conhecido pelos barbacenenses com seu cavalete armado em vários pontos da cidade retratando cenas urbanas, paisagens ou igrejas, é dos mais representativos da história das artes plásticas da cidade, juntamente com EmericMarcier, Serio Benini, Ana Mangualde e Lourival Vargas”, disse Sérgio Ayres. Ele ressalta também que os quadros serão comercializados durante o evento. “É uma oportunidade rara de adquirir uma tela, seja da série de flores, paisagens, cenas urbanas de Barbacena ou de Ouro Preto e até mesmo com outras temáticas mais modernas”, finalizou. A retrospectiva, que terá visitas guiadas e grupos agendados, contará com a participação de alunos do curso de Arquitetura e Urbanismo da Unipac como guias.

Para o presidente do Olympic Club, José Mario Nogueira, esta é uma experiência inédita do clube ao abrigar em sua sede social uma exposição de artes plásticas sendo que se as expectativas positivas se corresponderem poderá ser o início de uma série, já que a atual direção da entidade está determinada em estar presente na vida cultural, social e esportiva da cidade.

Serviço

A mostra, que será realizadaentre os dias 20 e 30 de outubro no salão do Olympic Club, no centro da cidade, ficando aberta de terça-feira a sábado de 14 às 20 horas e no Sábad, de 9 às 14 horas. A entrada é franca e escolas podem agendar visitas em grupo. O evento tem o apoio cultural da City 10, do Sétimo Degrau Ponto de Cultura. Informações podem ser obtidas na secretaria do clube: 32 3331-6352.

Sérgio Ayres

Fotos: Edson Inácio/Divulgação

Notas biográficas de Paulo Matos, o Paulão : Por Edson Brandão

Paulo Roberto Costa Matos, conhecido artisticamente como Paulão ou Paulinho Pigmento, foi um desenhista e pintor nascido na cidade de Prados, MG, no dia 7 de fevereiro de 1951. Radicado desde a infância em Barbacena, Paulo sempre foi incentivado pela família a desenvolver seus dons artísticos. Foi com a professora de desenho e pintora Ana Mangualde que aprendeu as primeiras lições da pintura e do desenho acadêmico. A partir da década de 70 iniciou uma série de obras com influência figurativa, pintando flores, naturezas mortas e paisagens, em especial de Minas Gerais.

À medida que ganha experiência e toma contato com a obra do pintor romeno EmericMarcier (1916-1990), que viveu em Barbacena a parir de 1947, Paulão vive uma fase mística produzindo temas bíblicos em especial, cenas apocalípticas.

Nos anos 80, começa a passar longas temporadas no Rio de Janeiro, frequentando cursos do MAM (Museu de Arte Moderna) e EAV ( Escola de Artes Visuais do Parque Lage). Mesmo vivendo com pouco dinheiro e abrigando-se na Casa do Estudante Universitário da UFRJ, na sua fase mais anárquica e precária, Paulão logo ficou conhecido no meio artístico carioca por sua habilidade na confecção de pigmentos, bastões e tintas muito apreciadas por estudantes de artes e artistas. Foi especialmente impactado pelas lições sobre materiais artísticos em oficinas ministradas por Katie Van Scherpenberg, que por sua vez introduziu Paulão à pintura expressionista e vigorosa de seu antigo professor OskarKokoschka (1886-1980).

Com todas essas influências, Paulão mudou radicalmente seu estilo de pintura e passou a ser conhecido entre os frequentadores do Parque Lage como Paulinho Pigmento. A qualidade de seus pigmentos e cores é atestada por artistas respeitados como Luiz Ernesto, Lúcia Laguna, Bia Kreimer e Charles Watson. Por indicação de Watson, a grande imprensa começa a dar atenção ao trabalho de Paulo. Matérias de página inteira do Jornal O Globo e o programa de entrevistas de Jô Soares destacaram a habilidade quase extinta entre os pintores pós-renascentistas que era a capacidade de fazer as próprias tintas utilizadas nas obras.

Alternando temporadas em Minas Gerais e no Rio de Janeiro, Paulão, passa a realizar uma série de telas retratando a paisagem mineira com algumas obras equivalentes em qualidade e cromatismo à melhor produção de EmericMarcier e Carlos Bracher.

Nos anos 90, foi realizada uma grande retrospectiva de seu trabalho na antiga galeria do CEFEC (Centro Ferroviário de Cultura) e duas de suas aquarelas ilustram pontos históricos de Barbacena no Museu Municipal da cidade. Suas obras estão incluidas em algumas importantes coleções particulares no Brasil e no exterior.

Paulo Matos faleceu em 13 de maio de 2016, em Barbacena, Minas Gerais.

Idinando Borges
outubro 15, 2018

ENCONTRO FESTIVO DA GLORIA EVENTOS

43952341_2317667108304212_8249752716637634560_n

Elton Belo Reis, Renata Assis Braz e Richard Viol

Na noite do dia 10 a Glória Eventos realizou no Automóvel Clube, remodelado e mais bonito, um evento pontual para diversas comissões de formaturas. A iniciativa reuniu diversos parceiros (ver abaixo) em diversos seguimentos para apresentar às comissões e seus convidados a diversificada linha de produtos, desde a decoração, iluminação e até vestuário. Estiveram à frente da organização da executiva da empresa, Renata Assis Braz e o atuante Alexandre Braga.  A empresária Maria da Glória de Castro Pereira, ausente por motivos particulares, enviou uma mensagem em vídeo, ressaltando os pilares da empresa e agradecendo a participação dos parceiros e convidados. Enquanto o aplaudido Buffet Parthenon mostrava serviço em diversas ilhas e serviço volante, a Banda levou a moçada à pista, permitindo a todos os futuros formandos a concretização do “sonho de formatura”, que o que Glória realiza com dedicação e comprometimento. O Borges fotografou…

 

Parceiros: Buffet Parthenon, Fast Bar Drinks, Tuk Beer, MS Som e Luz, Uni Convites, Richard Viol Decorações, A Chinelaria,  Grupo Agência ah,  DJ HJ, Formassis Produções, Trilhos  – Arte e Produtora, Aquarela Fotografias, Sketch Barbacena,  Brilho das Noivas, Mib Segurança e Strutura. As comissões que participaram: Barbacena: Unipac, Cesa, IF, Colégio Desafio, Colégio SESI. São João del Rei: UFSJ. Ouro Branco: UFSJ Campus Alto Paraopeba. Mariana: UFOP e ICSA. Conselheiro Lafaiete: CES

Marcio Cleber
outubro 11, 2018

Aprendendo com as pulsações do Coração Sagrado de Jesus

Flávia Borges e Sheila Machado

Há exatamente cinco anos iniciamos uma trajetória de estudo, busca de intimidade, amor, adoração, fé e ação em prol do Coração Sagrado de Deus. Tínhamos uma missão em comum, levar o Coração de Jesus até os lares, a vida e o coração das pessoas. Fizemos a nossa parte, canalizamos nossos esforços, dons, experiências neste objetivo, e Deus fez a parte Dele.

Aprendemos que falar do Coração de Jesus é falar do amor de Deus pela humanidade e que nós católicos o adoramos porque a fé cristã é, acima de tudo, a “religião do amor”. Na verdade, não existe nenhuma virtude maior do que a caridade (cf. 1 Cor13, 13); nenhum mandamento maior do que o amor (cf. Mt 22, 34-40); nada tão importante quando o fato de que “Deus amou de tal modo o mundo,que lhe deu o Seu Filho único, para que todo o que n’Ele crer não pereça, mas tenha a vida eterna’’, ( Jo 3, 16).

Descobrimos ao longo destes cinco anos que existe um tesouro à disposição de todos aqueles que mergulham no amor ao Sagrado Coração de Jesus e que esta devoção nos rende frutos espirituais. Estamos colhendo-os o tempo todo, seja em nossas vidas pessoais ou através dos testemunhos que nos chegam por causa do programa diário, da Revista bimestral, do CaféConSAGRADO, dos programas de WhatsApp, dos livrinhos de oração, da capelinha do Coração Sagrado que fora visitar um lar, ou dos nossos produtos Sete Dons. E diante de tudo que experimentamos é natural que tenhamos nossas vidas e corações transformados pela ação do Espirito Santo, sem contar que em sua primeira promessa à Santa Margarida Alacoque Jesus promete a quem divulgar a devoção ao seu Coração a “graça de estado”, ou seja , Ele nos capacita para realizar a missão que nos confia. Desta forma temos a certeza que em tudo que fazemos e promovemos temos ali a Sua força propulsora, abençoando, cuidando, e direcionando tudo, pois é para conectar corações ao Coração DEle que nos empenhamos ao longo destes 5 anos, com o projeto CORAÇÃO SAGRADO.

Que para os próximos 5 anos Ele continue fazendo de nós terra fértil, instrumentos, canais da sua graça e testemunhas do seu imenso amor.

Eis alguns dos nossos frutos ao longo destes 5 anos:

aprendendo com as pulsações do corção sgrado

Idinando Borges
outubro 10, 2018

SER PROFESSOR – Por Áurea Vasconcelos Grossi

images

A vida é feita de emoções….E a minha, não poderia ser diferente. Outubro chega e me remete a muitas delas. Serei mais precisa, o Dia do Professor!  Penso em todos aqueles que passaram por mim e,pouco a pouco, vou percebendo  quantas marcas foram deixando e quanto de gratidão sobrevive pelo caminho que vou trilhando. A memória não me falha, permitindo que fatos, detalhes, curiosidadese características  desfilem por entre lembranças. É um incrívelmergulho num capítulo mágico e especial…Destaco alguns flashes para conduzir meu raciocínio..

Penso na jovem, pouco mais que adolescente, sobrevoando a floresta amazônica. Confesso meu deslumbramento diante da paisagem vista ali, pela primeira vez e, no entanto, tão fiel  àquela construída em minha mente, durante as aulas de geografia. O coração bateu forte acompanhando aquele tapete verde, compacto, cujos limites se perdiam no horizonte, guardando em si riquezas incontáveis e contornos sinuosos inimagináveis. Assim a via, em devaneios porque assim ela me foi apresentada pelo professor.

1986 foi marcado pela expectativa da passagem do cometa Halley. Uma visita que se repete a cada intervalo de 76 anos…Seria a glória, uma vez que o tempo não me daria outra chance. Um grande sonho! Das salas de aula guardei as histórias rememoradas por aqueles que o presenciaram  nos céus de Barbacena em ocasião anterior. Aprendi detalhes desta façanha astronômica.  Impressionava – me o charme da grande cauda. Para admirá – lo bem, estrategicamente, escolhi os melhores pontos de visão. Mas… o cometa nos ludibriou, passando ao longe sem  visibilidade para seus sedentos fãs. Uma decepção!

Alguns anos depois, em outra viagem, sobrevôo o Everest,  o pico mais alto do mundo, na cordilheira do Himalaia… Uma paisagem surpreendente.! Tão límpida, à minha frente!  Tão perfeita! Fazendo jus ao cognome “Deusa Mãe das Montanhas” e se oferecendo como um grande desafio aos que dela querem se aproximar. Um poderoso monstro sagrado!. Como teria sido bom dividir este momento com quem, vibrando em suas explanações, reafirmava sua crença de quesó a natureza, em sua grandiosidade, poderia nos proporcionar esta visão de proximidade com os céus!…Arrepiante!

Abrir este baú, hoje, às vésperas do dia 15,tem um único e indiscutível objetivo. Mostrar que cabe ao PROFESSOR, a grande tarefa desconstruir para o futuro. Sempre criando bases sólidas para as reflexões, experiências e conhecimentos que fortalecerão seus alunos nesta grande aventura que é o viver. As emoções emergirão por inteiro, quando assim for o momento.

A modernidade, com a invasão da globalização, insiste em traçar parâmetros diferenciados entre o professor do passado e o do presente. Concordo, sabendo que espaço e tempo passaram a ter outra conotação.  As comunidades são globais. Distâncias e fronteiras são eliminadas do contexto.  Tudo é monitorado pela informação, a inovação e a criatividade. As ferramentas são outras. A era digital é, certamente, o que se reveste da maior importância. A palavra de ordem é “estar conectado”… Sempre obedecendo ao impacto da velocidade, causando mudanças rápidas e imprevisíveis. Claro que o professor terá que se adaptar a este novo fluxo de sobrevivência do homem. Sua missão e sua tarefa, forçosamente, obedecerão a um outro ritmo.

Mas sua essência permanecerá a mesma, é talento que nunca se perde….

Ser professor é desenvolver um ofício movido pela alma, em direção a seres humanos, alimentado pelo dom inato da esperança de que um pouco de si  os acompanhará pelos tempos que virão…

É acreditar no futuro, enfrentando desafios  com  coragem e  energia, sendo discreto no agir, abrindo espaços para  o necessário respeito às diferenças e acolhimento às fragilidades…

É dominar o tempo e o eventual cansaço do exercício permanente, criando ou recriando imagens inspiradoras de que nada será mais grandioso do quea concretização de sonhos…

É viver a experiência da fé nascida da compreensão profunda do outro, olho no olho, se inserindo em afetos verdadeiros, provocando o crescimento pessoal, através da cumplicidade e confiança mútuas…

É escrever sua própria biografia a cada aula  em que se reinventa, se faz exemplo de ética, se coloca na sintonia  requerida pelo momento, obedecendo seu compasso, convicto do  mister de ser elemento transformador…

É celebrar a vida estendendo sempre um ramo de oliveira…

Idinando Borges
outubro 6, 2018

Clara Castro se apresenta no Ponto de Partida do Folha de Barbacena

Reserva

 

5 DE OUTUBRO DE 2018

A cantora barbacenense Clara Castro (foto), que lançou, recentemente, o cd Caostrofobia pela gravadora Som Livre, esteve em Barbacena na noite de ontem (04/10) para apresentar o show de divulgação do álbum. A apresentação aconteceu na Estação Ponto de Partida e contou com um público animado, estando na primeira fila os familiares da artista e a equipe da Folha de Barbacena.

Clara Castro já passou pelo Ponto de Partida quando mais nova e foi se aperfeiçoar nos Estados Unidos. Voltou ao Brasil já contratada pela Som Livre, onde produziu o seu mais novo trabalho. O próximo passo da cantora é ir ao Rio de Janeiro, lançar oficialmente seu Caostrofobia, cuja faixa do mesmo nome tem o poder de empolgar a platéia.

Clara Castro não necessita de produção exagerada: sua voz é o instrumento de trabalho capaz de encantar o santuário das artes e o impregnar de muita energia. No palco, a banda de jovens músicos, mostrou sintonia com a interprete. Clara, com categoria, apresentou os parceiros, agradeceu a produção e a acolhida e emocionou o público, convidando para subir ao palco o instrumentista Ciro Belucci e o pianista Pitágoras Silveira, ambos amigos de longa data e integrantes do Ponto de Partida.

Por: Lucas Di Capri

Marcio Cleber
setembro 28, 2018

Santa Casa e CEMIG juntas pela SAÚDE

Você pode APADRINHAR a Santa Casa

A Santa Casa é uma entidade filantrópica e um dos mais importantes complexos hospitalares da região ampliada com mais 51 municípios. É referência materna infantil, realizando em média 2.600 partos ao ano, com atendimentos nas especialidades de neurocirurgias de alta complexidade, ortopedia, nefrologia, clinica médica e outros. Mantém pronto atendimento de pediatria, UTI´S adulto, neonatal e pediátrica, propiciando atendimento a mais de 6.500 usuários pelo SUS ao mês.

Padrinho Santa Casa 1

Sendo assim, foi firmado convênio entre a Santa Casa de Misericórdia de Barbacena e a Companhia Energética de Minas Gerais – CEMIG – o qual possibilita a arrecadação de doações da população (padrinhos) em favor da Santa Casa, por meio da conta de energia elétrica. O valor deverá ser definido pelo contribuinte e será debitado em sua conta de energia, repassado integralmente à Santa Casa.

Os interessados em apadrinhar a Santa Casa deverão procurar a Administração na Santa Casa ou a Cemig e preencher o formulário Sócio Doador”. As doações poderão ser feitas por pessoas físicas ou jurídicas. O doador tem que ser o titular da conta, precisando informar também o número da instalação constante na conta de energia.

A finalidade deste é fomentar a arrecadação de recursos para a Santa Casa, uma entidade que atende a uma população de cerca de 800 mil habitantes de 51 municípios da Macrorregião Centro Sul e precisa da sua ajuda!

Quem pode doar?

– Pessoa física ou jurídica (titular da conta de luz)

Como fazer a doação?

– Preencher o formulário “Sócio Doador” no setor administrativo da Santa Casa ou na própria Cemig

O que preciso para fazer o cadastro?

Tem que ser o titular da conta e informar o nº da instalação constante na Conta de energia elétrica.

 

 

Idinando Borges
setembro 28, 2018

Artista barbacenense, Clara Castro, se apresenta na Estação Ponto de Partida

A2-11

Clara Castro

Do  Jornal Folha de Barbacena

Ingressos esgotados para o show de lançamento de “Caostrofobia” da cantora barbacenense Ana Clara Castro, de 23 anos, na Estação Ponto de Partida, entre os dias quatro e cinco de outubro. Os ingressos acabaram no dia 19 de setembro e, até o fechamento desta edição, não havia informações sobre a abertura de uma nova sessão. Foram colocados 240 ingressos à venda. O horário do show é às 20h, nos dois dias.

O show será dentro do grande salão da Bituca, onde houve o show do Lenine – após a chuva. Ana Clara é ex-aluna da Bituca – Universidade de Música Popular, onde estudou canto. Ela também ficou, durante dois anos, em workshop com o Ponto de Partida, fazendo vários espetáculos como “Vaquinha Lelé”, “Mineiramente” e “Presente de Vô”.

Recentemente, a Folha de Barbacena (FB) entrevistou Clara Castro que, além de seu talento para as artes, também é conhecida em Barbacena e região pelas suas origens. Clara é filha de Maria da Glória Bittar – da Glória Eventos, e do presidente do Sindicomércio de Barbacena – o empresário Osvaldo Júnior.

“Caostrofobia”

O álbum abre em clima de rock com a faixa-título, parceria de Nathan Itaborahy e Renato da Lapa. “Caostrofobia” fala sobre o processo criativo e a vida em expansão no espaço de um apartamento: “Sorriu à Guadalupe no altar / Vagou com vagalumes por aí / Ligou o toca disco às vinte e três / E fez um rebuliço de manhã”, diz um trecho da letra, lúdica e imaginativa. “É a cidade invadindo o apartamento e o apartamento invadindo a cidade. Um convite para o ouvinte se imaginar ali, naquela confusão que é a cabeça de quem vive sempre recriando o mundo dentro de si, solucionando as prisões inevitáveis que a vida urbana traz”, explica Clara Castro.

Única releitura do trabalho, “Um Trem Para as Estrelas” (Gilberto Gil / Cazuza) ganhou arranjo contemporâneo, que busca evidenciar a densidade da letra. Na sequência: Inverno Astral (Nathan Itaorahy / Douglas Poerner); Modulação (Clara Castro / Nathan Itaborahy / Renato da Lapa); Volte (Clara Castro); Sobe o Sol (Clara Castro); Nossa Oração (Clara Castro);.Nada é Tão Certo (Clara Castro); Corpo Só (Clara Castro / Glória Bittar); Espelho (Clara Castro / Ciro Belluci / Nathan Itaborahy); e Longe do Mundo (Clara Castro)

Idinando Borges
setembro 13, 2018

Faculdade Senac celebra a Semana da Cachaça

108202091

Feira de produtores, palestra e workshop estão na programação

Para celebrar o dia da bebida mais tradicional dos mineiros, a Faculdade Senac promove, nos dias 13 e 14 de setembro, das 19h às 21h, a Semana da Cachaça. O evento reunirá fabricantes locais para mostrar ao público técnicas de produção dessa bebida que carrega uma carga simbólica muito grande para a cultura e identidade brasileira. As atividades são gratuitas, sem necessidade de inscrição prévia, e serão realizadas no Centro de Convenções do Hotel Senac Grogotó​ (Rua Cruz das Almas, s/n, Caiçaras).

Na quinta-feira, dia 13, Dia Nacional da Cachaça, haverá uma feira, na qual produtores da região irão expor suas marcas e vender a bebida e derivados. Também será ministrada a palestra “Produção e Mercado de Cachaça”, com  Marlene Soares Schefer, proprietária da cachaçaria Tradição Mineira. Os interessados terão a oportunidade de conhecer o curso de Tecnologia em Gastronomia oferecido pelo Senac em Barbacena e Belo Horizonte. A programação da sexta-feira, dia 14, será restrita aos alunos da Faculdade Senac. Dentre outras atividades, eles irão participar do workshop Drinks com Cachaça, ministrado pelo chef Leomir Melo, do Hotel Escola Senac Grogotó.

Segundo a diretora da Faculdade Senac Campus Barbacena, Sarah Roberta da Costa Silva​, a data tem maior relevância na região devido à excelente produção de cachaça com variações diferentes na Zona da Mata e Mantiqueira. “Um produto típico daqui é a cachaça de banana, em consequência de a região ser cultivadora da fruta”, exemplifica. Também dentro da programação, o público poderá apreciar as riquezas locais com o chef Leomir José de Melo, que irá demonstrar a sua própria marca da bebida ao vivo no Hotel Grogotó.

A criação do Dia Nacional da Cachaça foi uma iniciativa do Instituto Brasileiro da Cachaça (Ibrac), instituída em junho de 2009

Fonte: Hotel Senac Grogotó

Idinando Borges
setembro 5, 2018

A ARTE DE CRIAR AMBIENTES por Edson Brandão

 

Ambiente: Conversação por Sylvia e Cláudia Navarro Foto Roni Discacciati

Maison Decor estreia em Barbacena a era das exposições de ambientes decorados revelando arte, bom gosto e tecnologia

De a 1 a 16 de setembro, o espaço La Maison, em Barbacena, recebe a mostra de arquitetura e decoração MaisonDecor2018. O evento reúne em 13 ambientes, os projetos de arquitetos e designers de interiores que decoram os cômodos de uma casa modelo, reunindo o que há de mais sugestivo em mobiliário, peças decorativas e artísticas, cortinas, revestimentos, paisagismo e iluminação. A ideia é que anualmente o histórico sobrado da Familia Sad, hoje adaptado para eventos, seja o local para mostrar tudo o que é feito por dezenas de profissionais e empresas quer atuam no segmento de arquitetura, acabamentos e desenho de interiores. Integrados à parte de decoração, artistas convidados vão apresentar seus trabalhos, com especial destaque para a mostra individual da pintora mineira Fani Bracher o artista sacro de São João del Rei Carlos Calsavarae e o escultor Ricardo Carvão, de Belo Horizonte, que terá uma de suas esculturas no jardim da casa. Na parte gastronômica, o restaurante Tulha du Chef e a Taberna d‘Omar, apresentarão cardápios especiais para os visitantes.

CARVÃO 2

O escultor, Rogério Carvão está no espaço Jardim do Maison Decor.

 

SERVIÇO

Maison Decor 2018. Espaço La Maison, Praça Pedro Teixeira, 104, Centro, Barbacena, MG. Exposição aberta ao público de 1 a 16 de setembro de 2018. De quarta-feira a sexta-feira, de 16às22 horas.  Sábados de 13às22 horas e no domingo (e feriado de 7 de setembro) , de 13 às  19 horas. Os ingressos para a visita serão vendidos no local e custam R$20,00. Informações e reservas: 32 98802-0070.